PROTEÇÃO E DIREITO DOS ANIMAIS



A Declaração Universal dos Direitos dos Animais, datada de 1978 pela Unesco, prevê que o respeito dos homens pelos animais está ligado ao respeito dos homens pelo seu semelhante. Considera, ainda, que a educação deve ensinar desde a infância a observar, a compreender, a respeitar e a amar os animais.

O documento ainda prevê que os direitos dos animais devem ser defendidos por leis, como os direitos dos homens. Dessa forma, precisamos combater o abandono e a crueldade contra os animais, respeitando os princípios de liberdade, de cuidados adequados e da longevidade natural de cada espécie.

Defender a Proteção e o Direito dos Animais é ter compaixão e respeitar a vida. Trata-se de uma luta que vale à pena.

Cristiane Brasil

“A compaixão pelos animais está intimamente ligada a bondade de caráter, e quem é cruel com os animais não pode ser um bom homem”. – Arthur Schopenhauer